Porto Alegre é a capital onde se chega mais rápido ao trabalho

0
143

transito-qOs trabalhadores porto-alegrenses são os que se deslocam mais rápido entre a casa e o trabalho. Em média, quem trabalha na capital leva em torno de 29 minutos para chegar ao serviço diariamente, percorrendo uma distância de até 13,6 km.

O resultado fica abaixo da média nacional – que é de 40 minutos e 16 km por dia – e do obtido pelas principais capitais brasileiras. É o que aponta uma pesquisa de mobilidade urbana feita pela Alelo, empresa especializada em gestão de despesas corporativas.

Os números positivos de Porto Alegre foram encarados com surpresa pelo professor da UFRGS e doutor em transportes João Fortini Albano. “É uma surpresa agradável. Estar à frente de Belo Horizonte e Goiânia, que são cidades planejadas, surpreende”, diz.

Faixas e corredores de ônibus
Para o professor, a explicação passa pelo fato de Porto Alegre ser uma das capitais com maior número de faixas e corredores exclusivos de ônibus. “Isso contribui diretamente na diminuição de congestionamentos de veículos individuais e no tempo de viagem dos transportes coletivos”, analisa.

Além dos corredores e faixas exclusivas para o transporte coletivo, a capital ainda terá, possivelmente, novos trechos, de acordo com o diretor de operações da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), Marcelo Soletti. “Estamos avaliando mais oito pontos em Porto Alegre, entre eles um na avenida Ipiranga, na Assis Brasil, na José do Patrocínio e na Loureiro da Silva”, conta.

Soletti ainda destaca outras medidas que facilitam a vida daqueles que se deslocam diariamente, como o sistema de semáforos e o sistema de câmeras de monitoramento.

Brasil
A pesquisa ainda levantou um dado assustador: o tempo gasto anualmente nestas pequenas viagens até o trabalho. No Brasil, se contarmos os 22 dias úteis do mês, são mais de 13 horas em trânsito. Por ano, são seis dias e meio para chegar ao destino. Já a distância percorrida para 65% das pessoas não ultrapassa os 20 km. Por dias úteis, são 440 km, e por ano, representa 5.280 km rodados.

“É triste saber que o trabalhador perde tanto tempo na vida para se deslocar até o trabalho”, opina o estudante de engenharia Felipe Pereira, 26 anos. “Mas também acho surpreendente que Porto Alegre seja a capital mais rápida neste tipo de percurso. Eu, que uso carro, demoro cerca de meia hora diariamente para ir de casa até o trabalho. Se isso é ser o melhor do Brasil, coitadas das outras capitais.”

O estudo ouviu 2.450 pessoas, sendo 48% homens e 52% mulheres, todas economicamente ativas, com uma idade média de 36 anos e residentes em nove capitais – São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Curitiba, Salvador, Brasília e Goiânia.

Fonte: Mobilize Brasil


Deixe uma resposta